sábado, 14 de fevereiro de 2009

Claridade



Limpo é o dia lavado pela areia
branca, e gelada no mar roda a espuma,
e nesta desmedida solidão
sustenta-se a luz do meu livre-arbítrio.

Mas este mundo não é o que eu quero.

Pablo Neruda

1 comentário:

IldaV. disse...

Antes de ler o autor, pensei que era da Sophia.